DestaquesNão é Bem AssimSem categoria

Pesquisa ESCUTEC que põe Francisco Nagib na frente possui Erros Grotescos e inconsistências diversas

Circula nos blogs e redes sociais uma pesquisa supostamente realizada pela Escutec, a qual tem gerado polêmicas, ela coloca o atual prefeito com larga vantagem em primeiro lugar, seguido pelo seu concorrente mais forte, o Dr. Zé Francisco

A PESQUISA É SUSPEITA!

Em outra oportunidade já apontamos aqui a inaptidão de uma empresa contratada pelo outro lado a realizar pesquisas, dessa vez quem é posta em Check é uma pesquisa realizada pela empresa Escutec, que já é figurinha carimbada no estado do Maranhão e que fazia as pesquisas encomendadas pelo então prefeito Ricardo Archer por volta do ano 2000.

A primeira inconsistência nós podemos apontar antes mesmo de mostrar o conteúdo da pesquisa, que é o fato de a pesquisa não existir no site da Escutec: http://www.escutec.com/, a pesquisa mais recente envolvendo opinião política em Codó, segundo a Escutec, foi divulgada no site em 16 de janeiro de 2020.

Estivemos no Site do TSE para conferir o número da pesquisa, mas o site se encontra em manutenção e só poderemos fazer isso posteriormente, quando estaremos editando esse parágrafo para informar a veracidade, ou não, do registro.

Um scan do jornal O Estado do Maranhão, e links de alguns blogs, é tudo o que sabemos sobre a existência dessa pesquisa.

Somando a porcentagem de cada candidato podemos perceber os erros grotescos principalmente em cenários com muitos candidatos, no primeiro cenário a soma é 100%, mas logo no segundo cenário a soma é 101% e no terceiro cenário 76%, quando computados apenas os votos válidos, no primeiro cenário temos 99%, onde eles enfiaram os outros 1% ninguém sabe, mas alguém pode dizer que se tratam dos arredondamentos de casas decimais, ai vem a pergunta: então porque o terceiro cenário soma apenas 76%? de quem eram os votos que misteriosamente sumiram?

Estamos aguardando o retorno do sistema do TSE para conferir o número da pesquisa, porém, mesmo que se mostre uma pesquisa devidamente registrada, a empresa responsável deve no mínimo explicações pelos erros grotescos e deverá pelo menos sofrer uma auditoria.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo